Rebelde NET-03

Lição número 1 sobre prazer

Eu ouço tanta papagaiada sobre o assunto, mas, afinal, o que é prazer sexual? Aí eu me lembro da minha adolescência e, naquela época, pra mim o prazer era aliviar tensão. O tesão gerava uma tensão. Bem no começo eu não associava isso com transar, só tocava uma punheta, gozava e dava uma sensação de alívio. Eu associava isso com prazer. Quando eu começava a me masturbar, a tensão começava a subir com um ápice e quando eu ejaculava dava um alívio. É como se eu fosse um caminhão carregado de areia… quando descarrega tem um alívio. Mas na real não era muito prazer, era acelerar a tensão pra ter uma descompressão. Mais tarde, mas só bem mais tarde, eu descobri um pouco mais de prazer na masturbação, ficar me tocando mais suavemente, curtindo. Acho que maioria das pessoas não tem isso, principalmente os homens, de tocar delicadamente seu corpo, fantasiando imagens, a masturbação ainda é muito associada com descarga.

Na hora de transar também é assim. Só que tem duas variantes: uma é criar a tensão transando e depois ejacular. Associamos isso com prazer, mas na verdade é um alivio. Mas tem outro componente: o ego. Se a mulher fizer muito barulho, som de prazer, tu te sente o máximo. Mas isso não é prazer, é inflar o ego. Dá uma sensação de satisfação: “sou homem, sou potente, olha como ela grita”. Se os gritos forem reais, é o prazer dela, não o teu. O teu é lhufas, nada. O teu prazer é entrar também nesses gritos, sussurros e berros, o que dificilmente um homem entra. Não é por acaso que as prostitutas vão ter muito mercado, elas inflam os egos dos homens. O prazer real para o mundo masculino é muito pouco, pouquíssimo. Isso porque o homem se dessensibilizou, porque ele aprendeu uma sexualidade distorcida. O próprio homem não conhece suas zonas erógenas. E as mulheres exploram muito pouco, cheias de dedos. Parece que a única porra que sabem fazer é boquete. E morre ali. Parece que a coisa é boquete e transar. É obvio que no papo tem muita balela, mas nunca se especifica nada. Tudo isso vem de uma insensibilidade do corpo masculino. É por isso, caros companheiros, que os sex shops estão vendendo um monte de pênis para se masturbar. Algo frio, rígido (não é rígido de potente, mas de tenso) e insensível. Se as mulheres preferem isso é porque teu pênis esta do mesmo jeito. Por isso que a maioria dos homens tem mais prazer no papo com os amigos do que na cama.

Mas os homens acabam sendo salvos pelo desespero feminino, pela carência imensa das mulheres, que subjugadas durante anos e anos pelo mundo masculino e pela profunda carência de pai, cria uma necessidade imensa de validação de um homem (na real elas queriam uma validação do pai). Por isso mulheres acabam elevando homens medíocres ao estado de Homem com H. A grande maioria dos homens se acha, mas na real não tem ninguém em casa. E quando não tem ninguém em casa, tem que ralar o rabo pra botar alguém dentro. Eu fiz isso na minha vida, eu me descobri como medíocre e fui à luta. Ainda bem que eu não era um top de linha, assim as mulheres não me validavam tão fácil. Nesta luta eu cresci, tive que virar homem.

Os homens tem muito mais dificuldade de ter prazer e orgasmo que as mulheres. Porque eles não reconhecem esse problema, pois ejaculam e aliviam a tensão. Desde a adolescência classificamos isso como prazer. É por isso que os homens se tornam fechados, duros, insensíveis. Num grupo de terapia a grande maioria é mulher. E os homens ainda esperam que elas se trabalhem e se evoluam para dar pra eles. As mulheres tem que aguentar homens dois de paus, indefensáveis.

Se você quer ser um homem com prazer e alegria, você tem que ter a coragem de começar a encarar teu emocional, teu corpo. Você vai ter que desmanchar um monte de conceitos e coisas. Porque você está perdendo aquilo que a vida tem de mais rico a oferecer: que é o derretimento, se derreter com uma mulher, deixar que uma mulher seja ativa na sexualidade. Ser comido por uma mulher, se tornar mais passivo, é algo extremamente prazeroso e gratificante. Não tem comparação. Ou virar bicho em uma transa, dois animais, UUUUAAAAAAAAAH!. Você não precisa de fantasia, de sex shops. Sex shop é assinar o atestado de incompetência masculino e feminino. É um atestado de desumanidade, é um atestado de falta de inocência. É a podridão sexual denominada como algo moderno. Quando tu entra fundo na sexualidade, sabores e cheiros incríveis aparecem. O próprio cheiro da sexualidade livre, hum, é algo inusitado. Horrível transar com cheiro de tutti-fruti, eu teria vergonha. Precisar de creminho pra esquentar… santo deus!! Quando o bicho pega, eu pareço uma fornalha daquelas da siderúrgica nacional, derretendo todo.

Será que tu tem coragem de encarar tua sexualidade? Ou vai se enganar com esses paliativos, engana bobo? O prazer é de todos. Todos nós temos a capacidade de senti-lo. Todos temos essa capacidade. Mas não é fastfood, rapidinho… não é nesses videozinhos bagaceiros da internet. Mas sim buscando profundidade. Não é na Clínica de Bosta que tu acha isso. Não é tão fácil quanto tu pensa, também não é tão difícil. Precisa que teu coração ainda pulse. Precisa que o “human being” se revolte contra a estupidez humana.

Prem Milan